A 14a edição da prova celebra os 30 anos da primeira vitória de Ayrton Senna em Mônaco, conquistada com a Lotus amarela.
 
A prova marcou o primeiro dos seis triunfos obtidos pelo piloto brasileiro no Principado, façanha que o fez receber o carinhoso apelido de “Rei de Mônaco”. Até hoje, Senna permanece como o único brasileiro a vencer neste que é um dos Grandes Prêmios mais importantes da Fórmula 1.  

Na corrida de 1987, Senna largou na segunda posição e se manteve sempre próximo de Nigel Mansell, que teve problemas no motor e abandonou a prova com a Williams na 30ª volta. A partir daí, Senna assumiu a ponta e foi soberano na corrida durante 49 voltas até receber a bandeira quadriculada na primeira posição.
 
O brasileiro ainda cravou a melhor volta da prova e a corrida em Mônaco marcou sua quinta vitória na história da Fórmula 1. O grande prêmio ainda ficaria marcado na história da categoria por ser a primeira vitória de um carro usando suspensão ativa.